...porque software livre importa

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Mutirão de Limpeza em Morro do Coco nesta quinta-feira

E-mail Imprimir PDF

Por Kelly Maria


Mais um mutirão de limpeza será realizado pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública, Praças e Jardins. Desta vez, o distrito de Morro do Coco, região Norte de Campos e localidades adjacentes serão contemplados com serviços de varrição, capina, entre outros. As equipes estarão no local nesta quinta-feira (5), sexta (6) e no sábado (7) para a realização dos trabalhos.

De acordo com o secretário Jorge Rangel, sete pessoas, além de caminhões e máquinas estarão atuando neste mutirão. Ele informou que os serviços que estão sendo realizados pela secretaria no município têm como objetivo dar uma resposta imediata à população.

 — Estaremos realizando mutirões de 15 em 15 dias, em bairros e em conjuntos de localidades e distritos. Durante esses serviços, as equipes fazem a retirada de entulhos, varrição, capina, limpeza de áreas públicas, como jardins, praças, creches e escolas, além da retirada de lixo em terrenos baldios — pontuou o secretário.


Postado por: Secom - 03/09/2013 09:29:00

Fonte: Site da PMCG

 

Novo Procedimento de Cadastro e PGRS

E-mail Imprimir PDF

PROCEDIMENTO DE CADASTRO DE GERADOR:

1ª – Preenchimento do TERMO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUO, que encontra-se no site da Secretaria Municipal de Limpeza Pública, Praças e Jardins (www.smsp.campos.rj.gov.br).

2ª – Documentações necessárias:

  • Contrato Social da Empresa ou Certificado de Firma individual;
  • Cópia do alvará;
  • Cópia do CNPJ;
  • Cópia da inscrição estadual (se tiver);
  • Licença Ambiental (se tiver);
  • Declarações de destinação dos Resíduos Sólidos.

OBS: Caso seja constatado que e empresa é do ramo da construção civil, encaminhar a mesma para o setor de PGRS – Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

 

PROCEDIMENTO DO PGRS - PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS:

1ª – Preenchimento do PGRS – PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS, que encontra-se no site da Secretaria Municipal de Limpeza Pública, Praças e Jardins (www.smsp.campos.rj.gov.br).

  • 2ª – Documentações necessárias:
  • Ofício de solicitação formal de Declaração de Coleta de lixo e Aprovação PGRS (pode ser no mesmo ofício), indicando informações da Empresa (Nome da Empresa, Endereço da Sede, CNPJ), indicando também o endereço onde será realizada a obra, quantidades de blocos e apartamentos, informar também Órgão/Instituição que solicitou a referida Declaração;
  • Cópia da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) da referida obra;
  • Planta baixa da obra (indicando localização do armazenamento/ acondicionamento do lixo doméstico).
  • Declaração de destinação de Resíduos Sólidos:

Resíduo de Classe A e C – Empresa própria/terceirizada – localização da destinação final (geralmente destinado para aterro de inertes da Codin).

Resíduo de Classe B – Segundo a Lei Federal 12.305/10, uns dos objetivos diminuir a destinação destes resíduos para os aterros sanitários, sendo assim fica sob a responsabilidade dos geradores destinar esse material à reciclagem.

Resíduos de Classe D – As geradoras deverão contratar empresa que tenha Licença Ambiental adequada para receber e da à destinação final ambientalmente correta deste tipo de resíduos.

 

Lançada pedra fundamental do Centro de Educação Ambiental

E-mail Imprimir PDF
Por Ulli Marques (estagiária)

O Centro de Educação Ambiental para Gestão de Resíduos Sólidos será construído no Aterro Sanitário de Conselheiro Josino Foto: Gerson Gomes

Dia 5 de junho é comemorado o Dia Internacional do Meio Ambiente, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de fomentar a prática sustentável. Em Campos, para comemorar, foi lançada pela prefeita Rosinha Garotinho a pedra fundamental do Centro de Educação Ambiental para Gestão de Resíduos Sólidos, que será construído no Aterro Sanitário de Conselheiro Josino. O espaço deve funcionar como um projeto de conscientização da população.Um dos pilares para a melhoria da qualidade de vida dos moradores de um município é, sem dúvida, a educação, e no que diz respeito ao meio ambiente, a disseminação de informações sobre as questões ligadas à sustentabilidade é fundamental. "Estamos vivendo a Era do Descartável. Usou? Jogou fora. Estragou? Jogou fora. Isso fica ainda pior com o desenvolvimento tecnológico, que tornam os produtos rapidamente obsoletos e vão direto para o lixo. A ideia é quebrar esse paradigma", falou a prefeita Rosinha.- Precisamos estar de mãos dadas para alcançarmos nossos objetivos. Isso significa que, cada cidadão, deve ter consciência da importância de suas atitudes com o meio ambiente. Mudar de hábito é uma tarefa difícil e, para isso, precisamos exercitar essa mudança, falando cada vez mais sobre o assunto. O Centro de Educação Ambiental está sendo criado para isso: conscientizar, preparar e desenvolver ainda mais o nosso município -, falou.  O secretário de Meio Ambiente, Wilson Cabral, esteve no lançamento e falou sobre a importância do projeto e seus benefícios futuros. “Toda a população precisa estar atenta aos pequenos detalhes que podem ajudar a salvar o planeta. Hoje, é um dia de reflexão e, este projeto, vai auxiliar a tornar possível a prática sustentável dentro da casa dos moradores de Campos”, falou. O secretário de Limpeza Pública, Praças e Jardins, Zacarias Albuquerque, comentou sobre as ações do poder executivo. Segundo ele, o tratamento do lixo, tanto urbano, quanto hospitalar, e a aplicação da filosofia da Política Nacional de Resíduos Sólidos — redução, reutilização e reciclagem — já fazem parte da realidade do município, mas é necessário que a sociedade esteja trabalhando em conjunto com o poder público para que os resultados sejam ainda mais satisfatórios. — Atualmente, 55% do lixo dentro do limite do município são orgânicos, ou seja, alimentos, areia e plantas. 20% são que chamamos de “rejeito”, lixo que não pode ser reaproveitado e precisa ser descartado. Os 25% restantes são de materiais recicláveis, mas que, na grande maioria das vezes, acaba no mesmo lugar que os outros: dentro da sacola de lixo. Para mudar o pensamento da população é preciso provoca-la e o Centro de Educação Ambiental irá ajudar nesse trabalho — disse o secretário. Zacarias explicou que o lugar vai funcionar para a visitação de alunos de escolas municipais, estaduais e particulares, e também funcionários de empresas que queiram torná-la “verde”, aplicando as questões ambientais. No espaço, serão realizadas ainda exposições e palestras sobre temas ligados ao meio ambiente.
Postado por: Liliane barreto - 05/06/2013 17:26:00
Fonte: site da PMCG
 

Programação da Limpeza Pública - Semana 03 a 06.06.13

E-mail Imprimir PDF
imagemm
 

Programação da Limpeza Pública - Semana 20.05.13 a 24.05.13

E-mail Imprimir PDF
prog
 


Página 1 de 7

Visitantes

acesso gratis

Saco é um saco

saco__uma_saco

Made in Forest

MadeinForest1
logoRotaDaReciclagem75

GeoCampos

geomap

Climatempo